segunda-feira, 26 de junho de 2017

[Retalhos do twitter] Aquele desaba... fo.

Fonte de imagem: <A escotilha>
"Acho lindo quem sofre de amor"... Que declaração infeliz.
É tanta definição errada de amor. Amar não é querer ver todo dia, querer a pessoa sempre perto... Amar é ter seu tempo também.
Amar não é largar tudo pra ficar com alguém! Volta pra definição de se amar primeiro... Se não for pra juntar o que é teu a vida do outro... Nem junta! Se for pra se desfazer de sua vida pra ficar com alguém... não é amor, querid@!
Amar não é perdoar traição... Não é perdoar tudo sempre. Amar não é esquecer. Amar não é muita coisa que dizem que é.
Talvez o amor não se define, talvez pra cada um é de um jeito... Mas, se te faz chorar, se tem terceiros, se há coisas a esquecer... Esquece, cara, isso pode não ser amor.
Vamos dizer que a história dos dois é um livro. E pra cada coisa pra esquecer se arranque uma página... No fim, um livro incompleto. É amor?
Há casais que passam anos juntos com milhares de coisas "pra esquecer". Uma história sem muitas páginas... ou com páginas faltando, arrancadas aqui e ali pra ficar bonito... Porque, né, amor tem que ser bonito!... Não tem.
Aí falam que "perdoam, mas não esquecem"... Então, imagina um livro com muitas páginas riscadas. Mas que ainda dá pra ler o que tem lá. 
Talvez o amor não seja um livro intacto... Sem rasuras... Posso ter entrado no caminho errado da explicação... Dormi pensando nisso.
Não é uma história perfeita. Mas os erros não estão escondidos ou foram arrancados... Tá lá, vieram, vivemos, deixamos pra lá.
O chato é quando a gente lê o mesmo trecho várias vezes... meu caso. Queria dizer que perdoei, esqueci e sou perfeitamente capaz de seguir a vida, mas não sou. Releio aquele trecho que me machuca várias vezes... Aí vem o povo e diz: "isso é amor". Mas amor é pá sofrê?
Tentei rasgar a página, e colaram de volta. Tentei riscar inteira, e ele restaurou, deixou bonitinha e inteira novamente pra depois tornar a vir em mim a vontade de rasgar, riscar, esquecer... Tentei viver sem olhar pra trás... Mas se abriu ali, naquela maldita página que tentei ignorar. 
Queria ter vivido, e deixado pra lá... Como disse que faria... Mas me pego, quase diariamente, me magoando pelo mesmo motivo.
Só que hoje eu vejo e digo que não é amor. Eu não me amei. Eu sofri. Humilhada, ignorada... Procurada pra ser usada e nada além.E quando eu vejo o livro intacto... De histórias que não esqueci, fingi que perdoei... Eu me questiono que tipo de livro é o amor.
E se o amor for um livro... É o trecho de vários ou só o retalho de um?

quinta-feira, 8 de junho de 2017

1º Concurso Literário LUVBook


Todo autor tem o sonho de ser publicado né? Então essa é sua chance, venha participar do nosso 1 Concurso Literário Luvbook, onde 4 AUTORES, serão selecionados pela Ler Editorial,dentre os melhores textos e que tiverem um bom destaque, terão suas histórias publicadas em uma COLETÂNEA (livro físico), sem custo para os autores. 
Para participar é preciso escrever uma história inédita, sobre o tema Amizade, na categoria New Adult. 

Pontos importantes:
  •  A história deve ser Contemporânea; 
  • Os personagens deverão ter entre 18 à 25 anos (voltado ao público Jovens Adultos); 
  • O texto deve ser em português, não pode ser erótico (conter conteúdo adulto) e deve ter de 50 à 90 mil caracteres sem espaço; 
  • O autor deve ser brasileiro e ser maior de 18 anos; 
  • O autor vai publicando a história em capítulos, semanalmente, é interessante divulgar bastante (views, comentários e votos serão analisados); 
  • Serão aceitas histórias inscritas de 01 de Junho até 20 de Setembro de 2017. 

Saiba mais em www.luvbook.com.br/concurso

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

[Pernambuco] Doe Sangue - João Lucas Rolim Nascimento



Amigos, informamos que a equipe médica responsável pelo João Lucas reuniu-se hoje com pai para expor o diagnóstico e o tratamento a ser seguido. 

Diagnóstico: Leucemia Linfoide Aguda.

A duração do tratamento será de dois anos e meio, sendo os primeiros dois meses os mais delicados e perigosos. Normalmente a quimioterapia começa 5 dias após a entrada no hospital, mas isso dependendo de como estão os leucócitos, no caso do João quando este deu entrada no IMIP os leucócitos chegaram a 600.000, sendo o normal de 4.000 a 10.000. Assim que os leucócitos estiverem estabilizados começam as quimioterapias. 
O João necessitará de exames periódicos de sangue que serão coletados na coluna, para garantir que o não comprometimento do cérebro. Todo e qualquer procedimento que ele necessitar deve ser realizado no IMIP. Até mesmo os tratamentos odontológicos devem ser realizados no mesmo instituto.
Precisaremos também fazer uma campanha para doação de sangue para o Hemope. Sendo o seguinte procedimento: Solicitar doação de sangue para o paciente João Lucas Rolim Nascimento que se encontra na Oncologia pediátrica IMIP- Recife. Ao fazer a doação o comprovante deve ser enviado para o Whatsapp dos pais, o sangue somente pode ser doado em recife.

Telefones para contato:Camila (Mãe): (98)98450-3864
André Felipe (pai): (81)99420-3421

Atenciosamente, André e Camila.⁠⁠⁠⁠

domingo, 15 de janeiro de 2017

[Inutilidade Pública] Redes sociais e novidades.

Fonte de imagem: By Nany

Olá, pessoas...
Voltamos com o blog.
Tentei fazer uma postagem por dia, mas não dá pra mim, não dá mesmo...
Eu queria manter uma periodicidade, mas não sei trabalhar com hora marcada, sou muito de momento mesmo.
De novidade pra 2017... temos desafios lá no Instagram.
Pelo menos uma vez no mês, "prêmios" surpresas.

Segue o @biblioescandalo no Instagram e fica esperto porque é coisa de madrugada, saca?

Voltei com o Twitter também, mas, apesar tá bem fraco.
Agora entendo o Sheldon quando ele comemorou os 100 seguidores. Sair de quase 3 mil e voltar pra nada é muito chato.
Passo mais tempo falando sozinha....

Segue no Twitter --> @biblioescandalo

Ah, houve uma fusão aqui.
As coisas da bibliô virou oficialmente Bibliotecária Escandalosa.
Bom, sempre foi, né?
Mas há um momento em que a gente tem que parar de fingir que não é.

Enfim!

Ah, continuo aceitando amizade no perfil pessoal, as mensagens chegam mais rápido lá.


Continuo conversando com estranho no Whatsapp: +559898860-0840

Quê mais...

Mais nada.

Beijo!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Listas legais porque... em breve férias!

Fonte de imagem: Universo das noivas
Diante da dificuldade das pessoas em me chamar pra sair, resolvi fazer 2 listinhas:

LISTA DE "ME CHAMA QUE EU VOU"

  • Museu;
  • Biblioteca;
  • Praia;
  • Piscina;
  • Açude;
  • Rio;
  • Igarapé;
  • Andar a toa no mato;
  • Andar a toa no shopping;
  • Cinema;
  • Teatro;
  • Qualquer atividade socio-cultural-educativa-legal;
  • Igreja (Católica);
  • Festejo da igreja (ou qualquer outro evento... tá tendo o Vem pra cá ali);
  • Caminhar na Lagoa;
  • Caminhar no Parque Bom Menino;
  • Caminhar na Praia;
  • Lanchar (Principalmente aquele negócio roxo que se a gente nomear ou falar com o que come causa uma guerra mundial no nordeste; sanduíches, hamburguer, salada de fruta, tapioca [beiju, porra! Negócio de tapioca!], pizza);
  • Jantar ou almoçar (no carangueijo, no sushi ou na praça de alimentação que cada um caça o que quer... nada de restaurante que coloca só um matinho no meio do prato e molha com um caldo e cobra caaaaaaaaaaaaaaaaro por essa desgraça aê);
  • Tomar sorvete (notem que não coloquei na categoria "Lanchar", tomar sorvete é como beber água);
  • Estudar pra concurso (quando eu não tô a fim de estudar, porque quando eu tô, prefiro estudar só);
  • Assistir filme em casa com pipoca de panela ou sorvete;
  • Jogar um jogo;
  • Jogar frescobol;
  • Fingir que sabemos jogar futebol;
  • Tentar socar a bola quando ela vier na nossa direção sem deixar ela cair no 2º toque...
  • Sao José de Ribamar... (POR DEEEEEEEEEEEUS... ME LEEEEEEEEEEEEVA).

LISTA DE "DAQUI NÃO SAIO DAQUI NINGUÉM ME TIRA"

  • Show;
  • Barzinho;
  • Lugares barulhentos;
  • Lugares que gritam pra Satanás sair ou se manifestar;
  • Te ajudar a escolher roupa (A Mann que me ajuda a escolher a minhas);
  • Dormir fora de casa;
  • Fazer parzinho com o amigo do teu esquema;
  • Conhecer um amigo teu que é muito legal e supostamente tem tudo a ver comigo (cara de retardado, ri a toa, não sabe falar e tem medo de gente, claro...);
  • Sair com uma pessoa com quem nunca nem conversei e que do nada achou uma boa ideia me chamar pra sair... Sim, você estranho do meu face, que nem curtiu minha postagem... tu mesmo.
  • Pra ficar olhando tua cara rindo com o videozinho escroto ou conversa de alguém que nem foi com a gente.
__________________________

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

[Dica de filme] Clube dos cinco

Fonte de imagem: Iluminerds
“…E essas crianças em que você cospe, enquanto elas tentam mudar seus mundos, são imunes às suas consultas. Elas sabem muito bem pelo que atravessam…” (David Bowie)
Finalmente assisti o filme mais comentado por meus amigos fãs de sessão da tarde...  Principalmente por Denise, que sempre fala desse filme sem perceber.

SINOPSE 
"Em virtude de terem cometido pequenos delitos, cinco adolescentes são confinados no colégio em um sábado, com a tarefa de escrever uma redação de mil palavras sobre o que pensam de si mesmos. Apesar de serem pessoas completamente diferentes, enquanto o dia transcorre eles passam a aceitar uns aos outros, fazem várias confissões e tornam-se amigos" (Adoro Cinema).
O que falar desse filme que mal conheci e já adoro pacas... Gente, o filme é antiguinho (1985, eu ainda não tinha nascido), mas pega a gente de surpresa por um fato muito simples: são 5 jovens, cada um pertence a uma categoria, um grupinho (seguindo um padrão americano, mas possível de encaixar nosso ensino médio), mas com dramas tão iguais ao nosso, e entre si. Todo mundo tem um momento de revoltinha como o jovem rebelde, vergonha alheia, como a patricinha, insegurança do nerd, a loucura da menina estranha e... Ah, não me identifiquei com o atletinha de jeito nenhum. Mas todo mundo tem um comportamento social que poucos explicam e às vezes nem nós mesmos.
É interessante vê-los mostrando o seu mundo, se apresentando sem rótulos em suas perguntas, respostas, discussões ou no simples gesto de mostrar o que leva consigo o dia inteiro. Algo como "vejam, não sou de ferro como julga, tenho minhas fragilidades, assim como você".
Eu sei que pra eles foi castigo, mas.... quem me dera ter que passar um sábado todo preso numa biblioteca. E, sobre a redação sobre o que pensam de si mesmos... O que nós temos a dizer, afinal? Será que temos uma opinião que diverge da opinião alheia, ou agarramos com força as máscaras e vivemos a fantasia imposta pela sociedade.

FRASES
“Quando eu olho para mim como você conhece…e eu me vejo, eu não gosto do que eu vejo”.
"Quando você cresce, o seu coração morre".
"Você não precisa ser o que eles querem que você seja".
_____________________________
♫Quero ser feliz tambem - Natiruts

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Bora lançar as novas metas?

Foto do meu caderno de metas!
Não preciso entrar em detalhes sobre as metas desse ano...
Prometi para amigas que eu ia postar, então... Eis aqui.
Beijo!



segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Vamos falar da meta?


Olá, pessoas... 
No começo do ano publiquei no Instagram algumas metas e... precisamos falar delas já que já vou fazer as de 2017.
Primeira postagem do ano é desanimadora assim... kkkkkkkkkkkkkkkkk
  • Perder 15 Kg
Publicado no Instagram
Não deu... Foram muitos sobe e desce na balança, às vezes parecia até que eu tava fazendo step e não me pesando. Perdi 5kg. No dia da postagem tinha 76, hoje tenho 71. Fica os 10kg que sobraram pra 2017.
  • Tirar a CNH
Fiz muito ensaio de ir tirar, fiz pesquisa, fui em autoescola, indaguei alguns amigos sobre preço e qualidade... Mas não fiz nada. Tentarei "mais uma vez de novo" em 2017.
  • Tirar o RG antes da CNH
Foi fácil. Depois de quase ser barrada num concurso porque o RG estava fora da validade... Tô pra tirar outra porque a foto é tão feia que há quem não acredite que sou eu.
  • Voltar a missa de domingo na Nazaré
Voltei! Volta e meia ainda vacilo, por preguiça ou estar muito atarefada, mas, no geral, tenho ido não apenas aos domingos.
  • Entrar em um grupo da igreja compatível com meus horários
Encontrei... Vários até. O ruim foi encontrar um compatível com meus ideais. As ideias dos grupos que encontrei eram sempre diferentes da minha visão de mundo e espiritualidade. Enfim... Vai pra 2017.

  • Procurar uma atividade social
Não consegui fazer nada. Nem mobilizar a Liga. Participei de algumas coisas doando, mas todos sabem que não é igual.
  • Voltar a fazer caminhada
De julho a outubro, eu tava bem ativa nas caminhadas. Mas os trabalhos me roubaram um pouco isso. 
  • Atualizar o blog
15 postagens esse ano. 1 a menos do que no ano passado. Fiquei com medo do blog ficar perdido como os outros 7 blogs que se foram... mas explodiu mensagem pedindo pra eu voltar... Cá estou tentando.
  • Cumprir meta de leitura (eu coloquei até junho porque me dei um prazo de 6 meses nessas metas, mas estendi)
19/44... 
O tempo esse ano foi meu maior inimigo. Eu estava apenas lendo em ônibus, e na maioria das vezes não conseguia sentar, ou voltava dormindo. Pra ter uma ideia, estou lendo o mesmo livro desde setembro.
  • Começar cursinho para concurso
Risquei como cumprido porque consegui me organizar pra estudar em casa, então... esqueça essa meta.
  • Fazer uma programação de estudos que me permita vida social
Esse ano eu tive mais vida social do que estudo. Então podemos dizer que... YES! Meus estudos me permitiram vida social!
  • Sair mais com o Guii, Ruan e Aécyo
São 3 amigos que eu não via há tempos e que a companhia me alegra muito. Mas, dos 3 só consegui sair uma vezinha com o Guii. Ruan me deletou de vez da vida dele e isso vem me sufocando a cada dia que passa sem que ele me responda. Aécyo é daquele jeito. É um gato desgraçado que nunca depende de ninguém.
  • Conseguir convencer a Mann a deixar eu visitar ela
Foi uma visita sem consentimento, antes que as outras amigas dela fiquem com ciuminhos. Eu PRECISAVA ver a Mann. Assim como muitas vezes PRECISO falar com ela. Mas deu tudo certo.
  • Andar de patins fora de casa
No terraço não conta, né? Melhorei muito, mas ainda "dendicasa".
  • Comprar o novo livro da Marian Keyes
Estou em dia quando o assunto é Marian Keyes. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Comprei o Mamãe Walsh e ganhei o A mulher que roubou a minha vida. Te mete!
  • Me afastar de pessoas que me deixam triste e nervosa
Já havia percebido que algumas pessoas de minha convivência não me deixavam bem. E meu maior exercício do ano foi me afastar. Já em junho eu já tinha conseguido me afastar emocionalmente delas, parei de contar planos, parei de falar sobre vida pessoal... Hoje só falo o essencial, sem dar nenhum tipo de intimidade. Foi uma vitória, foi complicado... mas tudo ficou bem quando percebi que não tinha motivos pra me preocupar em "não machucar". Eu tenho essa falha, eu deixava que me machucassem por não querer machucar. Algumas pessoas se perdem em picuinhas, toma lá dá cá... Eu só me afastei, pois não valia a pena. O que mais falo é que amizade que te constrange, que diminui, que te deixa infeliz... não é amizade. É carência afetiva sua que aquelas pessoas jamais irão preencher.
  • Fazer amigos mais compatíveis comigo
E Deus mandou aquilo que eu precisava. Deus fortaleceu aquelas que já tinha. Foi um bom ano no quesito amizade.
  • Cortar o refrigerante de vez
Só bebi refrigerante em datas comemorativas, foi uma evolução. Que eu seja mais forte em 2017.
  • Voltar a escrever cartas
Zero cartas esse ano.
  • Colocar crédito na Oi
Eu sou plano controle, mô bem. Não careço mais de botar crédito.
  • Rezar o terço todo dia
Não consegui.
  • Pescar
Ainda aguardando pessoas. Quase indo sozinha.


domingo, 1 de janeiro de 2017

O textão*

Fonte de imagem: Frases do bem
O ano que passou foi marcado por tanta coisa ruim, que pro ano novo fica a esperança.
E haja esperança!
HAJA ESPERANÇA!
Hoje o padre pediu que pensássemos em tudo que conquistamos no ano que passou (na verdade, ele pediu que pensássemos apenas em 3 bênçãos... Mas o exercício foi tão bom que a tendência é não parar... Toda glória deve ser dada), um exercício para fazer com que o bem sobressaia a todo o mal que colocamos em caixa alta.
Foram muitas tragédias (obs: quando falo em tragédia, é só uma forma de ressaltar os "problemas sem solução" que todo mundo acha que tem), mas não foram só tragédias. Houveram tantas pequenas vitórias apagadas com nossa facilidade em se deixar abater. Como disse, colocamos o que é ruim em caixa alta e passamos dias sofrendo. Não damos a mesma oportunidade para a alegria habitar.
Conquistamos algo, 1 ou 2 dias comemoramos... Calamos pra que ninguém venha secar, um número mínimo de pessoas fica sabendo, ai delas se passarem isso a frente. Mas quando perdemos, lamentamos por anos, fazemos grande exposição, chamamos os outros para nos ajudar a sofrer... E sentimos raiva quando nos sugerem solução e/ou consolo.
Nossa tragédia não tem solução, ai daquele que ousar tentar apresentar uma de forma tão fácil!
A dor do que não conquistamos nos impediram de enxergar o livramento, a bênção que veio depois, pois o tempo de Deus não é como o nosso.
Que em 2017 a gente possa se fazer mais forte e assumir o controle de nossas vidas sem esperar a sorte.
Que em 2017 não nos falte amor, porque seremos. Não nos falte a paz, porque seremos. Não nos falte saúde, porque seremos. Não nos falte o bem, a caridade, a honestidade, a amizade, a felicidade, porque seremos.
E pra você, que hoje vestiu amarelo, que não falte coragem pra trabalhar, porque você é coragem, é força e é mais do que uma cor e a espera por sorte.
2017 é daqui a alguns minutinhos... Lute, sonhe, acorde...

Vou dormir.
Beijo.
Kkkkkkkkkk
Feliz ano novo.

>>[Bibliotecária Escandalosa]<<

P.s.: a vida se renova.

_________________________________
* Texto publicado no facebook no ano novo.

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

VII Congresso Nacional de Arquivologia


Com o tema “Arquivologia: da interdisciplinaridade à interoperabilidade”, o VII Congresso Nacional de Arquivologia será realizado entre os dias 17 e 21 de outubro, nos principais centros culturais da cidade de Fortaleza/CE. O CNA é o maior evento em âmbito nacional, com projeção internacional, na área de arquivologia, realizado a cada dois anos, sempre em uma cidade diferente.
O objetivo da realização do VII CNA é promover um ambiente propício para a reflexão de gestores públicos, empresários, acadêmicos e profissionais que atuam na preservação do patrimônio arquivístico, acesso à informação e manutenção do poder de prova do documento físico e digital, sobre a importância da interdisciplinaridade na formação de arquivistas e técnicos de arquivo e garantia da interoperabilidade de sistemas, dados e metadados para melhor direcionar políticas públicas e definir estratégias em benefício do cidadão.
É realizado pela ARQUIVE-CE, com patrocínio da Mil Tecnologia, DATAGED, MRH Gestão de arquivos, Gerenciar Inteligência Documental, CAPES e apoio Institucional da Universidade Federal do Ceará, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, APRECE - Associação de Municípios do Estado do Ceará, Tribunal de Contas dos Municípios, CRB-3 Conselho Regional de Biblioteconomia. 
A programação temática contará com diversas palestras, nacionais e internacionais, oficinas, fóruns, encontros e reuniões de profissionais de arquivo de todo o país.

SOBRE A ARQUIVE-CE

A Associação de Arquivistas do Estado do Ceará - Arquive-CE é uma entidade de direito privado, de caráter científico, técnico, profissional e cultural, sem fins lucrativos, fundada em 09 de junho de 2015, que tem como uma de suas finalidades organizar congressos, conferências, palestras, impósios, mesas redondas, seminários, reuniões, encontros e outros eventos que contribuam para o desenvolvimento e o aperfeiçoamento no campo da Arquivologia, além de colaborar, quando solicitada e na medida de suas possibilidades, nos eventos promovidos por entidades afins.
SERVIÇO: VII Congresso Nacional de Arquivologia
DATA: 17 a 21 de outubro
LOCAL: Centros culturais de Fortaleza (Teatro José de Alencar, Centro Cultural Dragão do Mar, Arquivo Público do
Estado do Ceará, Universidade Federal do Ceará, Cineteatro São Luiz, Assembleia Legislativa do Estado do Ceará).

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES
Associação de Arquivistas do Estado do Ceará - ARQUIVE-CE
Av. Santos Dumont, no 1687/204. Aldeota. Fortaleza -CE, CEP: 60150-160.
E-mail: arquivece@gmail.com | Site: www.arquivece.com.br/cna

DIRETORA DE COMUNICAÇÃO DA ARQUIVE-CE

Dayanne A. Araújo | E-MAIL: dayanneaaaraujo@gmail.com | TEL.: 85 99793.1355